Para quem é o curso de medicina no Paraguai e porquê é tão procurado? | UASS-PJC

Diferente do que se pensa, o curso de medicina do Paraguai forma

profissionais aptos a atuar em qualquer país, contudo o objetivo é a saúde local


Cursar medicina para muitos parecem um sonho distante. No Brasil é alta a concorrência nas faculdades públicas e particulares. Estima-se que existam mais 29 mil vagas para o curso mais concorrido do país, de acordo com o levantamento feito pela Agência Brasil em 2019.

Além do alto grau de complexidade nos exames de vestibulares, sejam nas faculdades públicas ou particulares, o custo para que opta em estudar numa instituição privada é bem salgado, já que é o curso mais caro dentre os ofertados no Brasil.


Avalia-se que ao final dos seis anos de graduação, em uma instituição de ensino superior privada mais acessível brasileira, o aluno desembolse em torno de R$ 360.000,00, caso a mensalidade seja de R$ 5.000,00 e não sofra reajustes, o que não acontece.

Estes motivos, dentre outros, por vezes parecem desanimar os estudantes, contudo, a vontade de salvar vidas não impede que os estudantes busquem alternativas para concretizar este sonho, como, por exemplo, estudar fora do país.


Antes mesmo da suspensão da criação de novas vagas e de novos cursos de medicina no Brasil, em 2018 pelo Governo Temer, a procura por estudar medicina fora do país já era grande. Países como Argentina, Bolívia e Paraguai tornaram-se os destinos dos estudantes que encontraram lá a oportunidade de formarem-se médicos e médicas.


Aluno medicina em pedro juan caballero

O Paraguai, por exemplo, a fim de tornar os cursos mais bem qualificados e preparar os profissionais para o mercado de trabalho, investiu fortemente nas certificações das faculdades por meio do Conselho Nacional de Ensino Superior (Cones). No entanto é preciso entender que a formação nas instituições paraguaias é voltada para atender às demandas da saúde do país.


Assim, quem opta por cursar medicina no Paraguai e atuar fora do país, seja no Brasil, seja qualquer outro, é necessário que se aprofunde nas políticas públicas que cada país tem.


Aqui no Brasil, o Sistema Único de Saúde – SUS – é amplamente estudado no curso de medicina, pois é a base da saúde pública local. Desta forma, quando portador do diploma de uma instituição estrangeira vem atuar no Brasil, é preciso que valide o diploma por meio do Revalida ou que se vincule ao programa Médicos pelo Brasil (substituto do Mais Médicos).


No Paraguai, o Programa de Saúde Pública volta-se à cobertura universal para reduzir as desigualdades que se têm no país e promover a melhora na qualidade de vida da população. Por isso, cada vez mais as faculdades investem em tecnologias e na alta qualidade do ensino, como acontece na Universidade Autônoma de San Sebastian (UASS-PJC) que compõe um grupo de seleto de instituições reconhecidas pelo Cones.


A UASS-PJC prepara o profissional para o mercado, além proporcionar apoio psicológico, afinal são muitos estudantes estrangeiros e entende-se a necessidade de a Universidade criar um ambiente acolhedor e agradável para os que estão longe de casa.


Considerada uma das melhores instituições de ensino da medicina da fronteira seca entre Paraguai e Brasil, a Universidade Autônoma de San Sebastian (UASS-PJC) tem salas climatizadas, centro exclusivo de simulação realística, aparelhagem moderna e tecnológica, laboratórios de histologia, de bioquímica e de microbiologia, além de uma biblioteca completa e moderna, com livros que trazem o que há de mais recentes na área da saúde e do cuidado da vida.


O curso de medicina no Paraguai tem seis anos de duração, igualmente no Brasil, e na UASS-PJC o investimento ao final do curso não chega a 50% do que seria pago nas mensalidades brasileiras. Além do preço acessível, a moradia no país vizinho é econômica e o país vizinho vem investindo na acolhida dos novos alunos, ofertando segurança e bem-estar.


Faça o download da Grade Curricular da Faculdade de Medicina no Paraguai, clicando aqui.



Como ingressar na universidade do Paraguai:

Ao contrário do que muita gente pode imaginar não é tão simples realizar a matrícula em uma universidade do Paraguai. O estudante precisa apresentar:

  • Duas cópias autenticadas da Cédula de Migração (Documento Paraguaio) em Cartório Paraguaio;

  • Duas cópias autenticadas do RG em Cartório Paraguaio;

  • Duas fotos 3x4;

  • Certidão de Nascimento original (Apostilada e traduzida);

  • Histórico Escolar do Ensino Médio com firma reconhecida em cartório (Apostilado, traduzido e ter resolução do Ministério da Educação e Ciência do Paraguai); e,

  • Outra exigência é a Carteira de vacinação atualizada.


Com exceção do documento de identidade, todos os documentos em idioma estrangeiro deverão ser apostilados e traduzidos por um tradutor público juramentado. Cada instituição pode ter um prazo para a entrega dos documentos, é importante que o aluno se atente a essas questões burocráticas.


Venha realizar o sonho de ser médico e médica na melhor Universidade da fronteira. Venha para Universidade Autônoma de San Sebastian (UASS-PJC), em Pedro Juan Caballero.


Quer saber mais? Baixe o nosso e-book Gratuito.

Nele você irá conhecer sobre as principais características do curso e sua matriz curricular, saber mais informações sobre as demandas da área e as diferentes opções de especialização, qual a remuneração de um médico e mais detalhes e vantagens sobre a faculdade de Medicina no Paraguai.


Clique aqui para acessar o E-book Gratuitamente



A Atención al Alumno da UASS-PJC está pronta para tirar todas as suas dúvidas.


Faça sua inscrição pelo WhatsApp no número 67 99902-8640.