Quanto ganha um médico no Paraguai? | UASS-PJC

Profissionais recém-formados podem receber até R$ 504 mil por ano no Paraguai


Um dos grandes destaques das instituições acadêmicas paraguaias está no alto número de estudantes que cruzam a fronteira em busca de uma oportunidade para cursar a faculdade de Medicina. Porém, todo esse esforço pode ser recompensado pelo retorno financeiro, após a graduação, mesmo sem especialização, os rendimentos podem chegar a Gs. 18,217,773 de Guaranies (cerca de R$ 15.250,00 de reais) por mês com 48 horas semanais de trabalho. Isso tudo sem considerar os plantões, que são comuns no dia a dia do profissional médico.


No Brasil, os estudantes que cruzam a fronteira em busca de um estudo de qualidade em medicina fogem principalmente do alto custo das mensalidades das instituições privadas, onde precisam ainda custear os livros e materiais de atividades práticas.


Aluno medicina em pedro juan caballero

Nos últimos anos estudar medicina no Paraguai tornou-se a melhor opção para os estudantes brasileiros que optam em economizar nas mensalidades para fugir dos valores elevados das faculdades brasileiras, que podem variar de R$ 5 a R$ 12 mil por mês.


É de fato compreensível esta situação, já que no Paraguai esse valor chega a ser oito vezes mais barato do que em terras brasileiras. Porém, ao contrário do que muita gente imagina, o país vizinho não oferece apenas mensalidades mais baixas, mas outras vantagens que incluem um custo-benefício agradável ao estudante, além da possibilidade de conhecer novas culturas e formas de atuação profissional.


Faça o download da Grade Curricular da Faculdade de Medicina no Paraguai, clicando aqui.


Com isso, os olhos se voltam de forma progressiva para as instituições no Paraguai, que oferecem um custo de mensalidade menor ao apresentado em terras brasileiras. Em algumas instituições é possível ter acesso a laboratórios de qualidade e com tecnologia de ponta, sem precisar se distanciar tanto da fronteira com o Brasil, como é o caso da Universidade Autônoma de San Sebastian, em Pedro Juan Caballero (UASS-PJC).


Investimento e retorno financeiro

Assim, o estudante que parte rumo ao Paraguai deve levar vários pontos em consideração para construir a sua carreira médica no outro lado da fronteira.


Mesmo que os atuais valores das mensalidades brasileiras sejam mais que suficientes para garantir os estudos e moradia no Paraguai, o acadêmico deve direcionar seu olhar para qual território deseja exercer a sua profissão. No Brasil, o médico formado no exterior deve passar pelo Revalida (Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituições de Educação Superior estrangeira), aplicada pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), cuja avaliação valida o diploma emitido por outro país.


Devido ao longo e caro processo do Revalida – apenas a primeira fase da prova tem um investimento de R$ 350, cada vez mais jovens brasileiros graduados acabam por decidir continuar no país vizinho e exercer a profissão no Paraguai. O que leva ao principal questionamento referente à quanto um médico ganha e como funciona a sua atuação.


Não diferente de outros países, após a graduação o médico formado no Paraguai precisa ter o seu diploma reconhecido de acordo com os Ministérios da Educação e Saúde.

O responsável por oferecer esse suporte é o Cones (Conselho Nacional de Ensino Superior), que confere veracidade aos cursos e faculdades do Paraguai. A Universidade Autônoma de San Sebastian (UASS-PJC), citada anteriormente, é uma das poucas na fronteira com Ponta Porã/MS que tem o aval do órgão para continuar emitindo diplomas de medicina, o que confere uma segurança a mais ao estudante.



Com toda a documentação em dia, o profissional recém-formado em medicina no Paraguai recebe a base salarial inicial equivalente a R$ 5 mil. Mas esse valor começa a mudar e aumentar a partir das especializações profissionais do médico, o que pode levar o profissional a patamares salariais consideravelmente elevados.

Médicos gerais com bom nível de experiência podem chegar aos índices de Gs. 218.613,276 de Guaranies (cerca de R$ 183.635,00 reais) por ano, enquanto especialistas de alto grau de experiência podem receber muito mais, devido à especialização e plantões.


Mas é preciso analisar cada ponto com atenção. Apesar da grande promessa salarial, o recém-formado em medicina deve levar em consideração que não é tão fácil conseguir um emprego de primeira, já que vários hospitais levam em consideração as referências dos profissionais recém-graduados e dos professores, além da qualidade da instituição de ensino.


Quer saber mais? Baixe o nosso e-book Gratuito.

Nele você irá conhecer sobre as principais características do curso e sua matriz curricular, saber mais informações sobre as demandas da área e as diferentes opções de especialização, qual a remuneração de um médico e mais detalhes e vantagens sobre a faculdade de Medicina no Paraguai.


Clique aqui para acessar o E-book Gratuitamente



A Atención al Alumno da UASS-PJC está pronta para tirar todas as suas dúvidas.


Faça sua inscrição pelo WhatsApp no número 67 99902-8640.